Soldados de Almas Feridas

Hoje quando estava almoçando, eu pensava na situação de alguns irmãos que foram caindo pelo caminho e desistindo da caminhada cristã, então comecei a chorar ali mesmo e a orar para Deus perguntando o porquê que temos tido tantas baixas no exército da salvação, o qual é formado por todos aqueles que um dia receberam a mensagem da salvação e a aceitaram, assumindo o desafio de entrar nas fileiras de um grande exército, cuja guerra ocorre nas regiões celestiais e cujas armas são poderosas em Cristo para derrubar até mesmo sofismas ou, como está escrito: “Porque as armas da nossa milícia não são carnais, mas sim poderosas em Deus para destruição das fortalezas; Destruindo os conselhos, e toda a altivez que se levanta contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo o entendimento à obediência de Cristo;” 2 Coríntios 10:4-5

Mas o fato é que fiquei pensando nos tantos soldados de alma ferida que tenho visto na minha caminhada com Cristo e, tomado de grande indignação e compaixão, passei a clamar a Deus por uma Palavra, por algo que pudesse me convencer de algo melhor do que a simples e absurda ideia que alguns irmãos têm de que estes soldados caídos nunca foram salvos, mas apenas fingiam acreditar que o sangue de Jesus os havia salvado e purificado do mal. Pensei ainda nas inúmeras vezes que eu mesmo, pobre e fraco que sou, tive vontade também de desistir da caminhada.

Mas nessa busca por respostas, meu espírito foi levado a um texto de Mateus, onde Jesus falava sobre o fim dos tempos: “Acautelai-vos, que ninguém vos engane; Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos. E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim. Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares. Mas todas estas coisas são o princípio de dores. Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome. Nesse tempo muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se odiarão. E surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos. E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará. Mas aquele que perseverar até ao fim será salvo.” Mateus 24:4-13

Difícil não ler este texto sem ter a impressão que se trata de algo escrito por esses dias e não há mais de 2.000 anos atrás. Difícil não ler este texto sem pensar nos megatemplos da prosperidade (tem muitos aqui na minha cidade), nos mega-ricos-e-semi-deuses-pastores-apóstolos-bispos que se multiplicam como uma doença infectocontagiosa e que se julgam melhores do que os pequenos otários que como eu preferem trabalhar para meu próprio sustento e andam com um pequeno rebanho de pessoas que se reúnem apenas em o nome de Jesus e não em torno daquelas placas denominacionais que têm provocado inúmeras feridas nas almas dos pequenos soldados do exército de Cristo.

Quase impossível fazer vistas grossas à grande quantidade de falsos cristos e falsos profetas que têm se levantado a cada esquina, abrindo suas fábricas de mentiras e heresias, as quais têm feito muito mais filhos do diabo do que filhos de Deus.

Exprimidas no meio disso tudo, temos as pessoas, brancas, negras, altas, baixas, homens, mulheres, crianças, velhos, asiáticos, americanos, europeus, africanos, ou seja, povos de todas as raças tribos e nações que estão ali sendo apenas entretidas ao invés de estarem sendo conduzidas para o Caminho da verdade e da santidade.

E muitas dessas pessoas têm ficado pelo meio do caminho, são como soldados de alma ferida, perdidos em meio a tantos sofismas, aturdidos pelas mentiras que lhes fizeram acreditar, sem esperança quanto ao futuro, desacreditados e desprezados por aqueles que deveriam amá-los e respeitá-los. Sem fé na instituição que jurou protegê-los e abençoa-los especialmente com as bênçãos de Abraão e de Salomão. 

Faço um pequeno apelo a você que já desistiu da caminhada em Cristo, ou que tem pensado em desistir. Jesus, em um momento muito precioso e de grande luta disse: “no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.” (João 16:33). Volte para Cristo! Pare de olhar para as circunstâncias que te rodeiam, faça como está escrito em Hebreus: “Portanto nós também, pois que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo o embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com paciência a carreira que nos está proposta, Olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus. Considerai, pois, aquele que suportou tais contradições dos pecadores contra si mesmo, para que não enfraqueçais, desfalecendo em vossos ânimos. Ainda não resististes até ao sangue, combatendo contra o pecado. (12:1-4)

Difícil não pensar nessa maldita iniquidade que se multiplica a cada dia, onde os homens vão se desanimando por não encontrarem nada de bom ao seu redor. Mas o texto de Mateus acima nos diz que aquele que perseverar até o fim será salvo. Ou seja, precisamos ir até o fim da caminhada. Não podemos desistir e ficarmos caídos como soldados de alma ferida, “lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; quando não, brevemente a ti virei, e tirarei do seu lugar o teu castiçal, se não te arrependeres. (Apocalipse 2:5). Volte-se para Jesus, enquanto há tempo. Pois haverá um tempo em que o Espírito Santo será retirado e os homens clamarão, mas não mais serão ouvidos.

Quanto aos vendilhões dos templos modernos, tenham-se por avisados de que em breve Deus julgará não só as palavras mas as intensões de cada coração. Se você está ferindo as pessoas em nome de sua religião ridícula e denominacional, arrependa-se enquanto é tempo: “Desperta, tu que dormes, e levanta-te dentre os mortos, e Cristo te esclarecerá.” Efésios 5:14.

Lembra-te destas coisas, ó Jacó, e Israel, porquanto és meu servo; eu te formei, meu servo és, ó Israel, não me esquecerei de ti.
Isaías 44:21

Porque os dons e a vocação de Deus são sem arrependimento.
Romanos 11:29

De um pequeno servo em Cristo de Goiânia, Goiás.

SHARE

Sobre Luciano Max®

Quem sou? Eu sou para cada pessoa aquilo que ela acha que eu sou, mas o que para mim importa é o que eu estou a procura de ser e isso eu ainda não sou.
    Comentar com Blogger
    Comentar com Facebook

0 Comentário:

Postar um comentário